• Myvrian Braga

COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA E ambiente CORPORATIVO

Empatia e escuta ativa


Por Redação Entre Asanas

Em boa parte da nossa vida estamos no ambiente de trabalho. Que características possui esse ambiente que nos rodeia? Como são os colegas de trabalho e o chefe? E, principalmente, como você se comunica no seu ambiente de trabalho? O primeiro passo é olhar para dentro e observar em um processo de autoconhecimento: Quem eu sou? Como eu me comunico? A comunicação não-violenta propõe abandonar respostas automáticas e repetitivas aos estímulos comunicacionais, passando a falar, ouvir e agir de forma mais consciente, utilizando uma escuta ativa e empática levando em consideração o momento presente.



Durante o período pandêmico, as pessoas começaram a rever seus propósitos e valores. Será se esse trabalho me move? E a comunicação está totalmente envolvida nesses questionamentos e, também, na forma como nos relacionamos com o ambiente e as pessoas à nossa volta. Luciana Varga, Jornalista, consultora de comunicação e faz consultoria e mentoria na área de comunicação, nos lembra que não adianta a gente falar “Ah meu chefe é um grosso. Ah meu colega de trabalho só reclama do meu lado. Mas, e você faz o que? A iniciativa de uma comunicação mais empática parte de você. A comunicação é para o outro, ninguém se comunica sozinho. Qual é a sua forma de se comunicar?”

"A iniciativa de uma comunicação mais empática parte de você. A comunicação é para o outro, ninguém se comunica sozinho. Qual é a sua forma de se comunicar?”

O primeiro passo para uma comunicação não-violenta é a empatia, que pode ser expressada de algumas formas e a que se destaca é a escuta ativa, que é quando estamos presentes, enquanto o outro fala e se comunica. “A gente só exerce uma comunicação não-violenta, não agressiva, quando a gente tem empatia, quando a gente se preocupa com o outro”, explica a consultora em comunicação. E completa, “é ouvir sem julgamento, de forma plena e aberta, para não ter respostas reativas” e sem consciência.

“é ouvir sem julgamento, de forma plena e aberta, para não ter respostas reativas” e sem consciência.

Após uma escuta mais consciente, a fala passa a ser, também, mais consciente e a busca por palavras adequadas e não agressivas passam a surgir no vocabulário. Então, a forma como nos comunicamos no ambiente de trabalho muda a partir da melhora na comunicação entre os colegas de trabalho e o chefe, o que proporciona uma melhora na saúde mental dos colaboradores e, ainda, na melhora dos resultados alcançados pela equipe. Como anda a comunicação na empresa em que você trabalha? Como você se comunica bem no ambiente de trabalho?


 

Deixa eu te contar…

O que diz o Sistema Filosófico do Yoga?

O termo “não-violência” aparece como, Ahimsa, o primeiro Yama (o primeiro dos 8 passos descritos nos Yoga Sutras de Patanjali). Ahimsa, não-violência, pode ter seu significado ampliado e podemos traduzir, também, com: gentileza, amizade e consideração cuidadosa por outras pessoas, coisas e para conosco, adotando uma atitude refletida, agindo com gentileza e consideração (DESIKACHAR, 2018).


[]




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo